"Azul da cor do mar": a higienização dos corpos através das publicidades de absorventes

Raquel de Barros Pinto Miguel, Jéssica Vicente Rosa, Luísa Susin dos Santos, Marina Ponzoni Radin, Victória Luiza Konell

Resumo


A publicidade é considerada neste estudo uma produção histórica e social que contribui na construção de subjetividades. A presente pesquisa analisou 157 anúncios de absorventes que circularam nas últimas sete décadas em veículos impressos nacionais e internacionais. Foi possível verificar que, diante do sangue menstrual e do tabu que o permeia, cabe aos absorventes o papel de camuflar e silenciar a menstruação, contribuindo para a manutenção e disseminação de tal tabu. Ficaram evidentes as funções higienizadora e pedagogizante dos anúncios, uma vez que estes prescrevem modos de ser mulher e perpetuam visões sobre cuidados com o corpo.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .